Arquivo da tag: poça

amor

Padrão

Nuvem – intervenção de Vik Muniz

 

Leve, como leve pluma

Muito leve pousa

Na simples e suave coisa

Suave coisa nenhuma

Sombra silencio ou espuma

Nuvem azul que arrefece

Simples e suave coisa

Suave coisa nenhuma,

Que em mim amadurece

por João Apolinário e João Ricardo (Secos e Molhados)

*querida Micheline, muito bem lembrado!

Anúncios

vamos aprendendo com nosso trabalho: a dança!

Padrão

as vezes, coisas obvias.

as vezes, coisas para a vida toda.

ela me disse que o que aprendeu hoje foi: Perguntar. Perguntar sempre quando não entender alguma coisa.

eu, por minha vez, compreendi de uma maneira determinante que as coisas são raramente como desejamos, que a comunicação é algo mais complexo que a linguagem e que é necessario alto grau de adaptabilidade, agilidade e prontidão, para então simplesmente ser o que é possivel naquele momento. Também, como é importante ter clareza do essencial, do minimo necessario e fundamental, para que tudo caminhe bem.

cada passo em falso, um jogo de cintura!

uma dança!

do novo começo

Padrão

depois de alguns anos de seca,

(r)entorno gole d’agua!

são palavras, fragmentos, passagens, pensamentos, insight, sonhos, imagens.

pes-nuvensweb1.jpg